Filmes nacionais que se você não assistiu... você não teve infância #1- Os trapalhões






Ô da poltrona, houve um tempo em que o público ria em português com produções 100% tupiniquins. No gold time dos anos 80, a trupe composta por Didi, Dedé, Mussum e Zacarias, era considerada o retrato do humor brasileiro. Eles levavam milhares de pessoas a instalarem seus forevis nas cadeiras dos cinemas e não pouparem risadas. Cacildes, sei que pode ser dificilzis de acreditar, mas quero morrer pretis se eu estiver mentindo. Eles eram os caras!

Diante de uma filmografia com mais de 20 títulos, em que sete ainda fazem parte dos 10 mais vistos do cinema nacional, eu listei em ordem cronológica aqueles que a Sessão da tarde ajudou a popularizar e, portanto, todo mundo já viu. Espero que seja divertidis



 1- o trapalhão nas minas do rei salomão (1977)



É tosquinho. É trash. Essencialmente infantil. Mas ainda assim tem muitos méritos.  Há, inclusive, uma cena da cachorrinha Lupa que fez muito marmanjo chorar, quem lembra? O filme, ainda sem a participação de Zacarias,  não apenas foi o maior sucesso do grupo, como também do cinema nacional, com quase 6 MILHÕES  de espectadores. Nada mal, hein! Mas se for assistir, esteja avisado: a lógica não existe nessa produção. O enredo é cheio de buracos. 

Deu saudades? Assista aqui.

 2- os saltimbancos trapalhões (1981)


É considerado a obra- prima da trupe e de fato faz jus ao título. A produção, elenco e direção trabalhou com muito esmero. Algumas cenas foram realizadas em estúdios de Hollywood. O enredo, entre confusões e trapalhadas, toca em temas importantes, como corrupção, cidadania e miséria. A trilha sonora assinada por Chico Buarque é um show a parte. Particularmente, acho o final muito triste. O longa atingiu um público de mais de 5 milhões de pessoas.

Deu saudades? Assista aqui.

3- os trapalhões e o mágico de oróz (1984)


Confesso que tenho muito carinho por esse filme. A paródia de O Mágico de Óz, que recebeu roteiro adaptado a um dos maiores problemas do nordeste brasileiro, a seca, encanta por sua simplicidade essencialmente regional. O longa marca a primeira participação da rainha dos baixinhos nos filmes dos trapalhões. 

Deu saudades? Assista aqui..

 4- a filha dos trapalhões (1984)



É aqui que os quatro atrapalhados, apesar da miséria, encaram a nobre missão de criar um bebê. Cinco anos depois, eles encontram a mãe e descobrem que a pequena  Aparecida Pinto Trapalhão, foi vítima de uma quadrilha de tráfico de crianças. A fórmula humor e drama resultou em um filme impagável.
Fernanda Brasil, intérprete da protagonista mirim, está está reclamando judicialmente o valor de 1 milhão de reais referentes a quase 30 anos de direitos de imagem e danos materiais, em face de Renato Aragão. 
Deu saudades?  Assista aqui.

5- os trapalhões no auto da compadecida (1987)


Uma rara exceção dos filmes Trapalhões, por conseguir a proeza de arrancar elogios entusiasmados da crítica especializada, sempre tão intolerante com filmes do quarteto. É interessante a teatralidade cômica da adaptação de um dos grandes clássicos da literatura nacional. Impossível ignorar também, a atuação mais séria e sóbria de Mussum, na pele de Jesus. 
Deu saudades? Assista Aqui.

6- o casamento dos trapalhões (1988)


Uma das obras mais populares do grupo. Esse é o 3° filme dos Trapalhões a contar com a participação do grupo Dominó. Eis a confirmação de que os trapalhões são atrapalhados até na hora de namorar. Um filme divertido e há cenas antológicas. Vale a pena ver e rever e a Sessão da tarde sabe disso.
Deu saudades? Assista aqui.

 7- princesa xuxa e os trapalhões (1989)


Não é, nem de loooonge, o melhor filme deles, mas há algumas ótimas piadas e cenas épicas que salvam a obra. Créditos também para o modelito futurístico da Xuxa, que deixou muita menininha com inveja- eu!. Mas é o tipo de filme que não impressiona a quem já deixou de acreditar em coelhinho da páscoa.
Deu saudades? Assista aqui.

8- os trapalhões na terra dos montros (1989)


Saí Xuxa, surge Angélica como mocinha de madeixas loiras esperando o resgate dos destemidos trapalhões. Gugu Liberato e o grupo Dominó mais uma vez dão o ar de suas graças. A história bizarra em que o interior da Pedra da Gávea é habitada por monstros agrada as crianças e tem seu toque nostálgico. Alias, o que mais salva o filme é mesmo a nostalgia.
Deu saudades? Assista aqui.

9- uma escola atrapalhada (1990)


Realmente acho que a qualidade cinematográfica dos trapalhões caiu do Grand Canyon com o excesso de participações estrelares. Obrigada Xuxa! Valeu Angélica! Gugu, aquele abraço! Uma escola atrapalhada, considerado pela crítica o pior filme do quarteto, é a prova disso. 

Angélica e Supla formam o casal protagonista e atuam ao lado de um vasto elenco adolescente, incluindo Selton Mello em sua estreia nas telonas e o grupo Polegar, substituindo o já desgastado grupo Dominó. Gugu, como sempre, também marca presença. E os trapalhões? Didi tem um personagem secundário e o restante do grupo faz uma pequena aparição. Ok, o filme tem seu charme para alguns, mas ainda assim é um filme dos Trapalhões, sem os Trapalhões.  Só eu acho que o último filme de Zacarias, que faleceu logo em seguida, merecia bem mais do que isso?

Deu saudades? Assista Aqui.

10- os trapalhões e a árvore da juventude (1991)


O filme que veio restaurar a fé da humanidade. Os trapalhões e a Árvore da Juventude, ainda que não tenha recuperado totalmente as honras de outrora, é um longa criativo, divertido e, tenho que confessar, o elenco está ainda mais carismático.  Além de comemorar 25 anos do grupo, o longa marcou a última produção dos trapalhões como trio- Zacarias já era falecido e Mussum morreu em 1994. Pode- se dizer que com "A árvore da Juventude" eles encerraram o ciclo com chave de ouro.

Deu saudades? Assista Aqui.

PROMOÇÃO!


Participe da promoção New Look Entre Fatos e Livros.

a Rafflecopter giveaway



Gostou do post? Confira outros aqui

Então galera, é hora de comentar! Quero saber a opinião de cada um que passar por essa postagem. Não sejam tímidos! 

16 comentários:

  1. Nossa! Eu adorava ver os filmes dos Trapalhões! Ainda hoje, se passar algum na TV, eu assisto. Muito legal essa postagem!

    ResponderExcluir
  2. Priii, eu nao sabia que tinha tantos filmes dos trapalhoes assim!! Eu me lembro que assisti Princesa Xuxa e os trapalhoes, os outros acho que nao vi nao sahsuahs
    É verdade, era mto engraçado mesmo!!!

    Ótimo post!

    Beijao!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura que vc não viu??? =O
      Morta! São quase tão famosos quanto Lagoa Azul, no Brasil! Hahaha
      Não esquenta, já já a Sessão da Tarde reprisa algum deles.
      BjoO

      Excluir
  3. Eu gostava mesmo era do antigos, anos 80. Cheguei a ir ao cinema assistí-los. Abandonei totalmente quando começaram a entrar certos "artistas". Porcaria total.
    Há um tempo cheguei a comprar alguns preferidos em DVD, valeu a pena!

    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo totalmente! Os melhores são os filmes dos anos 80. A qualidade caiu quando eles resolveram convidar outras estrelas para os filmes.

      Tô procurando os DVDs deles, quero minha coleção!

      BjoO

      Excluir
  4. Adoro o seu blog *-*
    Dá uma passadinha no meu também, querida.
    http://leiturasemprosa.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Oi Pri!
    Lembro que eu ria muito com os filmes!
    Não me lembro de quais eu vi, mas sei que eu vi alguns :)
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eram mto engraçados mesmo!
      Tem alguns q eu amo demais.

      BjoO

      Excluir
  6. Pri!
    Os Trapalhões fizeram muito sucesso! Eram filmes divertidos e sem maldade!! Adorava!

    Vim retribuir a visita que fez ao blog, trouxe grande alegria a meu coração. Obrigada e volte sempre que desejar, será bemvinda!

    Desejo uma semana abençoado e com muitas realizações!

    Blogueiras Unidas 1275!

    Luz , paz e amor no coração!
    Cheirinhos
    Rudy
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rudynalva, obrigada vc!
      E eu sou super fã desse tipo de humor inocente! Eles eram demais juntos, principalmente Mussum.

      BjoO

      Excluir
  7. Oi Pri ^.^

    Desses o que eu mais gosto, é Na terra dos monstros e depois o mágico de Óz..alguns dos outros eu vi..acho que os dois primeiros eu não cheguei a ver, não tenho certeza..Os trapalhões eram ótimos, pena que as coisas acabam, mudam, sei lá, coisas boas, deveriam ser eternizadas rsrs..se bem que de certa forma foram...

    Como sempre, adorei o post!

    Beijos :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! rsrrs
      E eles realmente eram ótimos! O mágico de Oróz é um dos meus preferidos, mas não curto tanto "Na terra dos monstros". Enfim, os trapalhões acabaram, mas ainda podemos nos divertir com o legado maravilhoso que eles deixaram.

      Obrigada pelo comentário, querida!
      BjoO

      Excluir
  8. Nossa você foi longe com estes filmes... Nem me lembro se vi algum...
    Há, quero dizer que a cara nova do blog ficou ótima, e continua a sua cara.
    Abraços,
    Gisela
    @lerparadivertir
    LerparaDiverir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi!
      Obrigada querida! Sabe que me animei e agora já estou aprontando o próximo lay? HaHaHa Espero que fique melhor, na próxima troca. Ah, eu adoro coisas antigas e esses filmes fizeram parte da minha infância. Provavelmente vc já assistiu algum.

      BjoO

      Excluir

Comente, opine, se expresse! Esse espaço é seu!!!

Os comentários são moderados e não serão aceitos aqueles que contrariarem nossa política de comentáriosI, apresentando termos ofensivos ou spam.

Caso esteja interessado em parceria ou queira um contato por e-mail CLIQUE AQUI

Retribuiremos a visita!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...